Esteja com quem te faz bem

Tem gente que te ELEVA;

tem gente que te empata;

tem gente que te afunda

Com quem você quer estar?

A resposta provavelmente é óbvia.

Então hoje o texto será simples: um convite para você (e eu) estarmos com pessoas que nos fazem bem. 

E só para que fique claro, "estar com quem te faz bem" NÃO significa tratar mal quem te incomoda ou te faz mal, e definitivamente não significa manter relações pelo bem da comodidade ou da preguiça. Ok?

Vale aqui a lembrança de que - pasmem - ninguém é obrigado a estar com ninguém. 

E apenas com isto em mente, sigo no convite:  

Esteja com pessoas que te deixem mais viva/o.

Que te questionem - genuinamente para o seu bem.

Que tragam desafios e topem aventuras. 

Que tenham novos pontos de vista que ampliam seus horizontes e geram diálogos excitantes. Ou que tenham os mesmos pontos de vista que amplificam seus sonhos e geram atitudes em conjunto. 

Esteja com gente que simplesmente te faz brilhar mais, expandindo a sua percepção sobre o mundo e sobre si mesmo. 

Com quem você se conecta profundamente, não importando se vocês se conhecem há dois minutos ou três décadas.

Pessoas com quem a relação flui com naturalidade e onde o tempo passa voando quando estão juntos. 

E aí quando vocês se olham, vem aquele calor no coração que te faz lembrar o quão bom é se conectar com alguém de uma forma pura - sem esperar nada em troca, apenas apreciando a presença do outro e aprendendo ainda mais o que é amar.  

Esteja com quem te faz flutuar, trazendo uma energia leve e alegre que te impulsionam para ir além. E tudo parece ser possível.

Com essas pessoas não há obrigação, drama ou cobrança, somente a sensação deliciosa de uma amizade baseada no amor genuíno, em que ambas as partes querem ver a outra voar, estando sempre prontas para ajudar na decolagem.  

Quem escolhe as suas companhias é você. 

E celebrando o livre arbítrio, termino mais uma vez com o convite: 

Vamos ficar mais com pessoas que nos fazem bem? Vai ser bom para todo mundo.